assembleia

assembleia

30 de março de 2021

Delegado de Cantanhede morre em decorrência da Covid-19

 






O delegado de polícia civil Diogo Antônio Cabral Melo, de 40 anos, titular da delegacia de Cantanhede, morreu nesta terça-feira (30) em decorrência do novo coronavírus. O delegado era natural de Belo Horizonte, no estado de Minas Gerais, e desde 2014 exercia a função no Maranhão.


O delegado geral da polícia civil do Maranhão André Gossain emitiu nota de pesar em razão do falecimento do colega. Veja abaixo:


A Polícia Civil do Estado do Maranhão manifesta profundo pesar pelo falecimento do Delegado de Polícia Civil, Diogo Antônio Cabral Melo, 40 anos, falecido em 30.03.2021, lotado na Delegacia de Cantanhede. Natural de Belo Horizonte, Diogo era delegado no estado do Maranhão desde 13.01.2014, e faleceu em razão da Covid-19.


A Polícia Judiciária se solidariza com seus familiares, amigos e colegas, neste momento de dor e consternação.


André Gossain
Delegado Geral


INVESTIGADOR


Também faleceu hoje o investigador da polícia civil Wladimir Fontenele Sá Barreto, de 44 anos, lotado na delegacia de São Francisco do Maranhão. A morte também se deu em razão da Covid-19. Veja a nota do delegado geral André Gossain:


A Polícia Civil do Estado do Maranhão manifesta profundo pesar pelo falecimento do Investigador de Polícia Civil, Wladimir Fontenele Sá Barreto, 44 anos, falecido em 30.03.2021, lotado na Delegacia de São Francisco do Maranhão. Wladimir estava internado desde 14 de março, na cidade de Teresina/PI, em razão da Covid-19.


Neste momento de dor e consternação, a Polícia Judiciária se solidariza com seus familiares, amigos e colegas.


André Gossain
Delegado Geral

Fonte:Blog do Alpanir Mesquita.