assembleia

assembleia

6 de abril de 2021

Suspeito de matar tenente-coronel da PM a tiros é preso em São Luís

 


Ronilson teria reagido para evitar que fosse assalto, mas acabou alvejado. A polícia concluiu que se trata de um caso de latrocínio




A Polícia Civil prendeu na última segunda-feira (5) um dos suspeitos de participação na morte do tenente-coronel Ronilson, que foi assassinado a tiros no dia 28 de janeiro, no Residencial Pinheiros, em São Luís. O nome do preso não foi informado.

Segundo a polícia, o suspeito já possuía várias passagens pela polícia por crimes de roubo. Ele foi levado para a Superintendência de Homicídios, em São Luís, e depois encaminhado para a Penitenciária de Pedrinhas. Outro suspeito de participação no crime já havia sido preso em fevereiro.

 

As investigações apontaram que o assassinato do tenente-coronel aconteceu após uma tentativa de assalto na porta da casa onde o policial morava. Testemunhas afirmam terem ouvido de quatro a cinco tiros na região.


Ronilson teria reagido para evitar que fosse assalto, mas acabou alvejado. A polícia concluiu que se trata de um caso de latrocínio.